Inspiração Diária com Deus de 01 de Maio

PUBLICIDADE

sete palmas de trovão – Inspiração Diária de 01 de Maio

ORE CONOSCO 

E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de blasfêmia. E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como os de urso, e a sua boca como a de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o seu trono, e grande poderio. Apocalipse 13:1,2

LEITURA E INSPIRAÇÃO DE 01 DE MAIO

Então eu vi outro anjo poderoso descendo do céu, envolto em uma nuvem, com um arco-íris sobre sua cabeça; seu rosto era como o sol, e suas pernas eram pilares de fogo. Em sua mão tinha um pequeno pergaminho, desenrolado; colocou o pé direito no mar e o esquerdo na terra e gritou tão alto, que era como um leão rugindo.

PUBLICIDADE

Nisso, sete palmas de trovão se fizeram ouvir e, quando os sete trovões falaram, eu me preparava para escrever, quando ouvi uma voz do céu me dizer: guarda em segredo as palavras dos sete trovões e não as escrevas. Então o anjo que eu tinha visto, em pé no mar e na terra, levantou a mão direita para o céu, e jurou por Aquele que vive pelos séculos dos séculos, e fez o céu e tudo o que nele há, e à terra e tudo o que nela há, e o mar e tudo o que nele há, o tempo de espera acabou; no momento em que o sétimo anjo for ouvido soar a sua trombeta, a intenção secreta de Deus será cumprida, assim como anunciou na Boa Nova aos seus servos, os profetas.

Então eu ouvi a voz que eu tinha ouvido do céu falando comigo novamente. Vai, disse ela e tira esse pergaminho aberto da mão do anjo que está de pé no mar e na terra. Fui até o anjo e pedi-lhe que me desse o pergaminho, e ele disse: pegue-o e coma-o; ele vai azedar o seu estômago, mas na sua boca ele vai ter um sabor doce como mel. Então eu o tirei da mão do anjo, e o engoli; era doce como mel na minha boca, mas quando o comi, meu estômago ficou azedo. Então me disseram: você deve profetizar novamente, desta vez sobre muitas nações e países e línguas diferentes e imperadores.

ORAÇÃO PELO DIA DE HOJE

Quando a trombeta soar, então Deus cumprirá seu plano secreto, como anunciou aos seus servos, os profetas: aleluia. Então aparecerá no céu o sinal que anuncia o Filho do Homem. Todos os povos da terra o verão vir sobre as nuvens do céu com grande poder e glória, como ele anunciou aos seus servos, os profetas: aleluia.

PUBLICIDADE

SEGUNDO DEVOCIONAL E ESTUDO
A cruz de Cristo dá vida ao gênero humano

A morte pisoteou nosso Senhor, mas ele, por sua vez, tratou a morte como uma estrada alta para seus próprios pés. Ele se submeteu a ela, suportando-a de bom grado, porque por este meio seria capaz de destruir a morte apesar de si mesmo. A morte teve seu próprio caminho quando nosso Senhor saiu de Jerusalém carregando sua cruz; mas quando, por um forte clamor daquela cruz, invocou os mortos do submundo, a morte ficou impotente para impedi-la.

A morte o matou por meio do corpo que ele havia assumido, mas esse mesmo corpo provou ser a arma com a qual ele venceu a morte. Escondido sob o manto de sua virilidade, sua divindade engajou a morte em combate; mas, ao matar nosso senhor, a própria morte foi morta. Foi capaz de matar a vida humana natural, mas foi ela mesma morta pela vida que está acima da natureza do homem.

A morte não podia devorar a nosso Senhor a menos que possuísse um corpo, nem o inferno podia engoli-lo a menos que ele carregasse nossa carne; e assim ele veio em busca de uma carruagem na qual cavalgar para o submundo. Essa carruagem foi o corpo que ele recebeu da Virgem; nela invadiu a fortaleza da morte, quebrou sua fortaleza e espalhou todo o seu tesouro.

Aproximou-se de Eva, a mãe de todos os vivos, ela era aquela vinha cujo recinto suas próprias mãos haviam permitido que a morte violasse, para que ela pudesse provar seus frutos; assim, a mãe de todos os vivos tornou-se a fonte da morte de todo ser vivo. Mas, em seu lugar, Maria cresceu, uma vinha nova no lugar da velha, cristo, a nova vida, habitava dentro dela. Quando a morte, com seu habitual descaramento, veio à procura de seu fruto mortal, encontrou sua própria destruição na vida oculta que o fruto continha. Tudo isso, sem suspeitar, o engoliu e, ao fazê-lo, liberou a própria vida e libertou uma multidão de homens.

Aquele que era também o filho glorioso do carpinteiro ergueu sua cruz acima das mandíbulas da morte, e conduziu a raça humana à morada da vida. Uma vez que uma árvore havia provocado a queda da humanidade, foi sobre uma árvore que a humanidade atravessou para o reino da vida. Amargo era o galho que um dia foi enxertado naquela árvore antiga, mas doce o jovem rebento que agora foi enxertado, o rebento no qual estamos destinados a reconhecer o senhor a quem nenhuma criatura pode resistir.

Nós te damos glória, senhor, que levantaste a tua cruz para atravessar as mandíbulas da morte como uma ponte pela qual as almas poderiam passar da região dos mortos para à terra dos vivos. Nós te damos glória a ti, que te revestiste do corpo de um único mortal e fizeste dele a fonte da vida de todo outro homem mortal. Vós estais incontestavelmente vivos.

Os teus assassinos semearam o teu corpo vivo na terra como os fazendeiros semeiam grãos, mas estes brotaram e produziram uma abundante colheita de homens ressuscitados dentre os mortos. Vinde, pois, meus irmãos e irmãs, ofereçamos ao nosso senhor o grande e abrangente sacrifício do nosso amor, derramando nosso tesouro de hinos e orações diante daquele que ofereceu sua cruz em sacrifício a Deus para o enriquecimento de todos nós.

INSPIRAÇÃO DO DIA – ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO 🙏


Espero que tenham gostado da Oração e Estudo Bíblico de hoje!

🙏 Envie a palavra de Deus para pessoas queridas ❤️🙏

        Enviar para Alguém PARTICIPAR DO GRUPO