Inspiração Diária com Deus de 02 de Maio

PUBLICIDADE

Estas são as duas oliveiras – Inspiração Diária de 02 de Maio

ORE CONOSCO 

E homens de vários povos, e tribos, e línguas, e nações verão seus corpos mortos por três dias e meio, e não permitirão que os seus corpos mortos sejam postos em sepulcros. E os que habitam na terra se regozijarão sobre eles, e se alegrarão, e mandarão presentes uns aos outros; porquanto estes dois profetas tinham atormentado os que habitam sobre a terra. Apocalipse 11:9,10

LEITURA E INSPIRAÇÃO DE 02 DE MAIO

Foi-me dada uma longa cana como vara de medir, e foi-me dito: vai e mede o santuário de Deus, e o altar, e as pessoas que ali adoram; mas deixa de fora a corte exterior e não a meças, porque foi entregue aos pagãos eles pisarão a cidade santa por quarenta e dois meses. Mas eu enviarei as minhas duas testemunhas para profetizar por esses duzentos e sessenta dias, usando pano de saco.

PUBLICIDADE

Estas são as duas oliveiras e as duas lâmpadas que estão diante do Senhor do mundo. O fogo pode vir da boca deles e consumir seus inimigos, se alguém tentar prejudicá-los; e se alguém tentar prejudicá-los, certamente será morto desta maneira. Eles são capazes de fechar o céu para que não chova enquanto estiverem profetizando; eles são capazes de transformar água em sangue e atingir o mundo inteiro com qualquer praga, quantas vezes quiserem.

Quando tiverem completado seu testemunho, a besta que sai do Abismo vai fazer guerra contra eles, vencê-los e matá-los. Seus corpos jazerão na rua principal da Grande Cidade conhecida pelos nomes simbólicos Sodoma e Egito, na qual seu Senhor foi crucificado.

Homens de todo povo, raça, língua e nação olharão seus cadáveres, durante três dias e meio, não os deixando ser enterrados, e os povos do mundo ficarão contentes com isso e celebrarão o evento dando presentes um ao outro, porque esses dois profetas têm sido uma praga para os povos do mundo’.

Depois dos três dias e meio, Deus lhes insuflou vida e eles se levantaram, e todos que viram isso acontecer ficaram aterrorizados; então eles ouviram uma voz alta do céu dizer-lhes: “Subam aqui”, e enquanto seus inimigos observavam, eles subiram ao céu em uma nuvem. Imediatamente, houve um violento terremoto, e um décimo da cidade desabou; sete mil pessoas foram mortas no terremoto, e os sobreviventes, tomados de medo, só puderam louvar o Deus do céu.

PUBLICIDADE

Esse foi o segundo dos problemas; o terceiro está para vir logo depois dele. Então o sétimo anjo tocou sua trombeta, e vozes puderam ser ouvidas gritando no céu, chamando: o reino do mundo se tornou o reino de nosso Senhor e seu Cristo, e ele reinará pelos séculos dos séculos.

Os vinte e quatro anciãos, entronizados na presença de Deus, prostraram-se e tocaram o chão com a fronte adorando a Deus com estas palavras: nós te damos graças, Senhor Deus Todo-Poderoso, ele e ele foi, por usar teu grande poder e começar teu reinado.

As nações estavam vendo com raiva e agora chegou o tempo da tua própria ira, e dos mortos para serem julgados, e dos teus servos, os profetas, para os santos e para todos os que te adoram, pequenos ou grandes, para serem recompensados. Chegou o tempo de destruir aqueles que estão destruindo a terra”.

Então o santuário de Deus no céu se abriu e a arca do pacto pôde ser vista dentro dele. Depois vieram relâmpagos, trovões e um terremoto, e saraiva violenta.

PUBLICIDADE

ORAÇÃO PELO DIA DE HOJE

O poder de governar o mundo pertence agora ao nosso Senhor e ao seu Messias, e ele governará pelos séculos dos séculos, aleluia. Sua soberania é uma soberania eterna e todo império lhe servirá e lhe obedecerá, e ele reinará pelos séculos dos séculos, aleluia.

SEGUNDO DEVOCIONAL E ESTUDO
Sobre a encarnação do Verbo

PUBLICIDADE

A Palavra de Deus, incorpórea, incorruptível e imaterial, entrou em nosso mundo. Mas não era como se ele tivesse estado distante dela até aquele momento. Pois não há parte do mundo que jamais tenha estado sem a sua presença; juntamente com seu Pai, ele continuamente preencheu todas as coisas e lugares.

Por sua bondade amorosa para conosco, ele veio até nós, e nós vemos isso na maneira como ele se revelou abertamente para nós. Compadecido da fraqueza da humanidade e movido pela nossa corrupção, ele não podia ficar de lado e ver a morte ter o domínio sobre nós; ele não queria que a criação perecesse e que a obra de seu Pai em moldar o homem fosse em vão.

Por isso tomou para si um corpo, não diferente do nosso, pois não queria simplesmente estar em um corpo ou apenas ser visto. Se ele tivesse querido simplesmente ser visto, poderia de fato ter tomado outro corpo, mais nobre. Ao invés disso, ele tomou nosso corpo em sua realidade.

Dentro da Virgem ele mesmo construiu um templo, isto é, um corpo; fez dele seu próprio instrumento para habitar e se revelar. Assim, recebeu da humanidade um corpo como o nosso e, como todos estavam sujeitos à corrupção da morte, entregou esse corpo à morte por todos, e com supremo amor o ofereceu ao Pai.

Ele o fez para destruir a lei da corrupção passada contra todos os homens, pois todos morreram nele. A lei, que havia gasto sua força no corpo do Senhor, não podia mais ter poder sobre os seus semelhantes. Além disso, esta era a maneira pela qual a Palavra deveria restaurar a humanidade à imortalidade, depois de ter caído em corrupção, e convocá-la de volta da morte para a vida.

Ele destruiu totalmente o poder que a morte tinha contra a humanidade como o fogo consome palha por meio do corpo que ele havia tomado e da graça da ressurreição. Esta é a razão pela qual a Palavra assumiu um corpo que poderia morrer, para que esse corpo, compartilhando da Palavra que é acima de tudo, pudesse satisfazer a exigência da morte no lugar de todos.

Por causa da Palavra que habita nesse corpo, ele permaneceria incorruptível, e todos seriam libertados para sempre da corrupção pela graça da ressurreição. Na morte, a Palavra fez um sacrifício imaculado e oblação do corpo que tomara. Ao morrer pelos outros, ele imediatamente baniu a morte para toda a humanidade.

Assim a Palavra de Deus, que é acima de tudo, dedicou e ofereceu seu templo, o instrumento que era seu corpo, por todos nós, como ele disse, e assim pagou por sua própria morte a dívida que lhe era devida. O Filho imortal de Deus, unido a todos os homens por semelhança de natureza, cumpriu assim toda a justiça na restauração da humanidade à imortalidade, pela promessa da ressurreição.

A corrupção da morte já não tem mais poder sobre os homens, graças à Palavra, que veio habitar entre eles através do seu único corpo.

INSPIRAÇÃO DO DIA – ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO 🙏


Espero que tenham gostado da Oração e Estudo Bíblico de hoje!

🙏 Envie a palavra de Deus para pessoas queridas ❤️🙏

        Enviar para Alguém PARTICIPAR DO GRUPO