Inspiração Diária com Deus de 17 de Maio

PUBLICIDADE

Um testemunho de nossa esperança – Inspiração Diária de 17 de Maio

ORE CONOSCO 

O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo. Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra. 1 João 1:3,4

LEITURA E INSPIRAÇÃO DE 17 DE MAIO

A Palavra de Vida e a Luz de Deus algo que existe desde o início, que já ouvimos, e temos visto com os nossos próprios olhos; que temos observado e tocado com as nossas mãos: a palavra, que é vida este é o nosso tema. Essa vida foi tornada visível: nós vimo-la e estamos a dar o nosso testemunho, contar-lhe a vida eterna que estava com o Pai e se tornou visível para nós.

PUBLICIDADE

O que nós vimos e ouvimos estamos a dizer-lhe para que também vós possais estar em união conosco, como estamos em união com o Pai e com o seu Filho Jesus Cristo. Estamos a escrever-vos isto para que a nossa própria alegria seja completa. Isto é o que ouvimos dele, e a mensagem que vos estamos a anunciar: Deus é luz; não há trevas nele.

Se dizemos que estamos em união com Deus enquanto vivemos na escuridão, estamos a mentir porque não estamos a viver a verdade. Mas se vivermos a nossa vida à luz, como ele está na luz, estamos em união uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, purifica-nos de todo o pecado. Se dizemos que não temos pecado em nós, estamos a enganar-nos a nós próprios e recusando-se a admitir a verdade.

Mas se reconhecermos os nossos pecados, então Deus, que é fiel e justo perdoará os nossos pecados e purificar-nos-á
de tudo o que está errado. Para dizer que nunca peca-mos é chamar a Deus um mentiroso e para mostrar que a sua palavra não está em nós.

ORAÇÃO PELO DIA DE HOJE

PUBLICIDADE

Esta vida foi tornada visível: nós vimo-la e aqui vos declaramos a vida eterna que estava com o Pai e que se tornou visível para nós. Sabemos que o Filho de Deus veio: este é o verdadeiro Deus, esta é a vida eterna que estava com o Pai e que se tornou visível para nós, alleluia.

SEGUNDA LEITURA

Deus reconciliou-nos consigo mesmo através de Cristo

Aqueles que têm uma esperança segura, garantida pelo Espírito, de que voltarão a erguer-se, agarram-se ao que está no futuro como se já estivesse presente. Dizem eles: “As aparências exteriores deixarão de ser o nosso padrão no julgamento de outros homens. Todas as nossas vidas são agora controladas pelo Espírito e não se limitam a este mundo físico que está sujeito à corrupção.

A luz do Unigénito brilhou sobre nós, e nós fomos transformados na Palavra, a fonte de toda a vida. Enquanto o pecado ainda era o nosso mestre, os laços da morte tinham um firme controle sobre nós, mas agora que a justiça de Cristo encontrou um lugar em nossos corações nós nos libertamos da nossa condição anterior de corruptibilidade”.

Isto significa que nenhum de nós vive na carne, pelo menos na medida em que viver na carne significa estar sujeito às fraquezas da carne, que incluem a corruptibilidade. Uma vez pensamos em Cristo como estando na carne, mas já não o fazemos, diz São Paulo.

Com isso ele quis dizer que o Verbo se fez carne e habitou entre nós; ele sofreu a morte na carne para dar vida a todos os homens. Foi nesta carne que nós o conhecemos antes, mas já não o fazemos. Embora ele permaneça na carne, desde que ressuscitou ao terceiro dia e está agora com o seu Pai no céu, sabemos que ele passou para além da vida da carne; porque, tendo morrido uma vez, nunca mais morrerá, a morte já não tem poder sobre ele.

Sua morte foi uma morte para o pecado, que ele morreu de uma vez por todas; sua vida é a vida com Deus. Como Cristo se tornou assim a fonte da vida para nós, nós que seguimos os seus passos não devemos pensar mais em nós mesmos como vivendo na carne, mas como tendo passado para além dela.

O ditado de São Paulo é absolutamente verdadeiro: quando alguém está em Cristo, torna-se uma pessoa completamente diferente: a sua velha vida acabou e uma nova vida começou. Fomos justificados pela nossa fé em Cristo e o poder da maldição foi quebrado.

A ressurreição de Cristo para nosso bem pôs um fim à soberania da morte. Nós viemos a conhecer o verdadeiro Deus e a adorá-lo em espírito e em verdade, através do Filho, nosso mediador, que envia ao mundo as bênçãos do Pai. E assim São Paulo mostra uma profunda perspicácia quando diz: tudo isto é obra de Deus: é ele que nos reconciliou consigo mesmo através de Cristo.

Pois o mistério da encarnação e da renovação que ela realizou não poderia ter acontecido sem a vontade do Pai. Por meio de Cristo, ganha-mos acesso ao Pai, porque, como diz o próprio Cristo, ninguém vem ao Pai senão por Ele. Tudo isto é, portanto, obra de Deus. Foi Ele que nos reconciliou consigo mesmo através de Cristo, e que nos deu o ministério da reconciliação.

INSPIRAÇÃO DO DIA – ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO 🙏


Espero que tenham gostado da Oração e Estudo Bíblico de hoje!

🙏 Envie a palavra de Deus para pessoas queridas ❤️🙏

        Enviar para Alguém PARTICIPAR DO GRUPO