Inspiração Diária com Deus de 20 de Agosto

PUBLICIDADE

Reproduções contra Jerusalém – Inspiração Diária de 20 de Agosto

ORE CONOSCO 

Ai dos filhos rebeldes, diz o SENHOR, que tomam conselho, mas não de mim; e que se cobrem, com uma cobertura, mas não do meu espírito, para acrescentarem pecado sobre pecado; Que descem ao Egito, sem pedirem o meu conselho; para se fortificarem com a força de Faraó, e para confiarem na sombra do Egito. Isaías 30:1,2

LEITURA E INSPIRAÇÃO DE 20 DE AGOSTO

A inutilidade das alianças com povos estrangeiros ai desses filhos rebeldes! É o senhor quem fala, eles realizam planos que não são meus e fazer alianças não inspiradas por mim, e assim acrescentar pecado a pecado. Eles partiram para o Egito, sem me consultar, para refugiar-se na proteção do Faraó, para se abrigar na sombra do Egito.

PUBLICIDADE

A proteção do Faraó será sua vergonha, o abrigo da sombra do Egito, sua confusão, pois seus ministros foram a Zoan, seus embaixadores já chegaram a Hanes, todos estão levando presentes a uma nação que não lhes será útil, que não lhes trará nem ajuda, nem ajuda, nada além de vergonha e desgraça.
Oráculo sobre as bestas do Negeb, através da terra da angústia e da angústia, de leoa e leão rugindo, de víbora e serpente voadora, eles carregam suas riquezas nas costas dos burros, seus tesouros nas lombadas dos camelos, a uma nação que não lhes serve de nada, ao Egito, que se mostrará inútil e vazio para eles; e por isso eu a chamo de Rahab-do-nada.

Agora vá e inscreva isto em uma tábua, escreva-o em um livro, que possa servir nos próximos tempos como uma testemunha para sempre: este é um povo rebelde, eles são filhos mentirosos, filhos que não vão ouvir às ordens do senhor. Aos videntes, dizem eles, “não ver visões”; para os profetas,
não profetize a verdade para nós, nos diz coisas lisonjeiras; ter visões ilusórias”; virar para o lado, deixar o caminho, tirar o Santo de nossa vista”.

Assim diz o Santo de Israel: já que você rejeita esta advertência e prefere confiar na astúcia e na astúcia e contar com elas, então sua culpa provará para ser para você uma brecha no ponto de colapso, a protuberância no topo da muralha da cidade que de repente e tudo de uma só vez
vem abaixo, irremediavelmente estilhaçados, esmagado como uma panela de barro para que dos fragmentos não reste nem um fragmento grande o suficiente para carregar um cinzento da lareira ou recolher a água da cisterna.

Pois assim diz o Senhor, o Santo de Israel: sua salvação estava na conversão e na tranquilidade, sua força, em total confiança; e você não teria nada disso, “não”, você disse “vamos fugir em cavalos”, assim seja, fuja então! E você acrescenta: em carruagens rápidas, que assim seja, seus perseguidores também serão rápidos.

PUBLICIDADE

Mil fugirão com a ameaça de um e quando cinco ameaçarem, você fugirá, até que o que restar de vocês seja como um mastro de bandeira no topo de uma montanha, como um sinal em uma colina. Mas o senhor está esperando para ser gracioso com você, para se levantar e ter piedade de você, pois o Senhor é um Deus justo; felizes são todos os que esperam nele.

ORAÇÃO PELO DIA DE HOJE

Ao retornar e descansar você será salvo; em silêncio e em confiança será sua força. O senhor espera para ser gracioso convosco; abençoados sejam todos aqueles que esperam por ele; na quietude e na confiança estará a vossa força.

SEGUNDA LEITURA

O canto da Igreja

A coleção de salmos encontrada nas Escrituras, composta como estava sob inspiração divina, mostrou, desde os primórdios da Igreja, um maravilhoso poder de fomentar a devoção entre os cristãos ao oferecer a Deus um contínuo sacrifício de louvor, a colheita dos lábios abençoando seu nome. Seguindo um costume já estabelecido na Lei Antiga, os salmos desempenharam um papel conspícuo na própria liturgia sagrada, e no ofício divino.

Assim nasceu o que Basílio chama a voz da Igreja, aquele canto dos salmos, que é a filha daquele hino de louvor (para usar as palavras de nosso predecessor, Urbano VIII) que se eleva incessantemente diante do trono de Deus e do Cordeiro, e que ensina àqueles especialmente encarregados do dever de adoração divina, como diz Atanásio, o caminho para louvar a Deus, e as palavras adequadas para abençoá-lo.

Agostinho expressa isto bem quando diz: Deus se louvou a si mesmo para que o homem lhe desse o devido louvor; porque Deus escolheu louvar a si mesmo, o homem encontrou a maneira de abençoar a Deus. Os salmos têm também um poder maravilhoso para despertar em nossos corações o desejo de toda virtude.

Diz Athanasius: embora toda Escritura, antiga e nova, seja divinamente inspirada e tenha seu uso no ensino, como lemos na própria Escritura, no entanto, o Livro dos Salmos, como um jardim que encerra os frutos de todos os outros livros, produz seus frutos no canto, e no processo de cantar produz seus próprios frutos especiais para tomar seu lugar ao lado deles.

No mesmo lugar, Athanasius acrescenta, com razão: os salmos me parecem ser como um espelho, no qual a pessoa que os usa pode ver a si mesma, e as agitações de seu próprio coração; ele pode recitá-los contra o pano de fundo de suas próprias emoções. Agostinho diz em suas Confissões: Como chorei quando ouvi seus hinos e cânticos, sendo profundamente comovido pelo doce canto de sua Igreja.

Aquelas vozes fluiram para os meus ouvidos, a verdade se infiltrou em meu coração, e do meu coração surgiu ondas de devoção, as lágrimas correram, e eu estava feliz em minhas lágrimas. De fato, quem poderia deixar de se comover com aquelas muitas passagens dos salmos que expõem tão profundamente a infinita majestade de Deus, sua onipotência, sua justiça, bondade e clemência, demasiado profundas para as palavras, e todas as outras infinitas qualidades dele que merecem nosso louvor?

Quem poderia deixar de ser desperto para as mesmas emoções pelas orações de ação de graças a Deus pelas bênçãos recebidas, pelas petições, tão humildes e confiantes, pelas bênçãos ainda esperadas, pelos gritos de uma alma em tristeza pelo pecado cometido? Quem não seria despedido com amor ao ver a semelhança de Cristo, o redentor, aqui tão amorosamente predito? Sua era a voz que Agostinho ouvia em cada salmo, a voz de louvor, de sofrimento, de alegre expectativa, de angústia presente.

INSPIRAÇÃO DO DIA – ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO 🙏


Espero que tenham gostado da Oração e Estudo Bíblico de hoje!

🙏 Envie a palavra de Deus para pessoas queridas ❤️🙏

        Enviar para Alguém PARTICIPAR DO GRUPO