Inspiração Diária com Deus de 27 de Dezembro

PUBLICIDADE

O Templo de Deus – Inspiração Diária de 27 de Dezembro

ORE CONOSCO 

E Estêvão, cheio de fé e de poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo. E levantaram-se alguns que eram da sinagoga chamada dos libertinos, e dos cireneus e dos alexandrinos, e dos que eram da Cilícia e da Asia, e disputavam com Estêvão. Atos 6:8,9

LEITURA E INSPIRAÇÃO DE 27 DE DEZEMBRO

Estevão estava cheio de graça e poder e começou a fazer milagres e grandes sinais entre o povo, mas, então, algumas pessoas chegaram a discutir com Estêvão, alguns de Cirene e de Alexandria, que eram membros da sinagoga chamada Homens Livres, e outros da Cilícia e da Ásia. Descobriram que não podiam obter o melhor dele por sua sabedoria, e porque era o Espírito, o que estimulava o que dizia.

PUBLICIDADE

Assim que fizeram com que alguns homens disseram: nós lhe ouvimos usar uma linguagem de blasfêmia contra Moisés e contra Deus. Tendo assim dado ao povo contra os anciãos e os escribas tomaram a Estêvão surpresa, o prenderam e o levaram perante o Sinédrio. Ali colocaram falsas testemunhas para dizer, este homem sempre faz discursos contra este Santo Lugar e contra a Lei.

O ouvimos dizer que Jesus, o Nazareno, destruirá este lugar e ditando as tradições que Moisés nos transmitiu. Todos os membros do Sinédrio olharam atentamente para Estêvão, e o seu rosto apareceu-lhes como o rosto de um anjo.

O sumo sacerdote perguntou: será que é verdade? Ele respondeu: meus Irmãos, meus pais, ouvi o que tenho a dizer. Enquanto estavam no deserto, e os nossos antepassados possuíam a Tenda do Testemunho, que tinha sido construída de acordo com as instruções que Deus deu a Moisés, dizendo-lhe que fizesse uma cópia exata do padrão que lhe tinha sido mostrado.

Foi transmitida de um de nossos antepassados para outro, até que Josué levou-a para a terra que tínhamos conquistado as nações que haviam sido expulsos por Deus à medida que nós avançamos. Aqui permaneceu até a época de Davi. Obteve o favor de Deus e pediu permissão para fazer construir um templo para a casa de Jacó, mas foi Salomão quem construiu a casa de Deus para ele.

PUBLICIDADE

No entanto, o Altíssimo não mora em uma casa que tenha sido construída por mãos humanas, pois, como diz o profeta: com o céu meu trono e sustentar meu tamborete, que casa você pode construir, o que você poderia fazer para meu descanso? Não foi tudo isso feito por minha mão?

Vós, jesus, corações pagãos e ouvidos pagãos, sempre se resiste ao Espírito Santo, como o fizeram os seus antepassados. Você sabe o nome de um profeta que seus antepassados nunca tenham perseguido? No passado mataram os que pregavam a vinda do Justo, e agora vocês se tornaram seus traidores, os seus assassinos.

Vós que fizestes o que a Lei vos seja trazida pelos anjos sois os mesmos que não a tenham guardado, estavam enfurecidos quando ouviram isso. Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, olhou para o céu e viu a glória de Deus e Jesus de pé à sua direita. Vejo o céu aberto de par em par-disse, e o Filho do Homem de pé à direita de Deus.

ORAÇÃO PELO DIA DE HOJE

PUBLICIDADE

Os mártires que agora vivem com Cristo o sofrimento foi demonstrado, sua angústia superada pelo amor quando morreram, em sua cruz. Através dos séculos, vêm, em constante imobilidade, seus amorosos corações não vão reclamar, silenciosamente estão testados.

Nenhum homem tem medido nunca o amor, ou pesou em sua mão, mas Deus, que conhece as profundezas do coração dê-lhes a terra prometida. Louvado seja o Pai, o Filho e o Espírito Santo, que nos guia através da noite em formas mais além das estrelas à luz eterna.

SEGUNDA LEITURA

PUBLICIDADE

A armadura do amor

Ontem celebramos o nascimento no tempo do nosso Rei eterno. Hoje celebramos o sofrimento triunfante de seu soldado, ontem o nosso Rei, vestido com seu manto de carne, deu seu lugar no ventre da virgem e visitou amavelmente o mundo. Hoje o soldado deixa o tabernáculo de seu corpo e vai triunfante no céu.

Nosso rei, apesar de sua exaltada majestade, veio em humildade, para nosso bem; no entanto, não veio com as mãos vazias. Trouxe seus soldados um grande presente que não só os enriqueceu, mas também os fez inexpugnáveis na batalha, porque era o presente do amor, que devia levar os homens a compartilhar de sua divindade.

Deu de sua generosidade, mas sem nenhuma perda para si mesmo, de maneira maravilhosa transformou a pobreza de seus fiéis seguidores na riqueza, enquanto permanecia em plena posse de suas inesgotáveis riquezas.

E assim o amor que trouxe a Cristo do céu para à terra levantou a Estêvão da terra ao céu; primeiro, mostrou-se o rei, e então brilhou em seu soldado. O amor era a arma de Estêvão, com o que ganhava todas as batalhas, e assim ganhou a coroa que significa o seu nome. Seu amor a Deus, impediu-o de ceder diante da multidão feroz; o seu amor ao próximo fez-lhe a orar por aqueles que lhe apedrejavam.

O amor, que o inspirou a reprovar os que estavam errados, para fazê-los emendar; o amor o levou a orar por aqueles que o apedrejaram, para salvá-los do castigo. Fortalecido pela força de seu amor, superou a furiosa crueldade de Saul e conquistou seu perseguidor na terra como seu companheiro no céu. Em seu santo e incansável amor, queria ganhar por meio da oração, para aqueles que não podia converter por meio da admoestação.

Agora, finalmente, Paulo se regozija com Estêvão, com Estêvão deleita-se com a glória de Cristo alegra com Estêvão. Estêvão foi o primeiro a morrer por pedras lançadas por Paulo, mas Paulo lhe seguiu, auxiliado pela oração de Estêvão. Esta é certamente a verdadeira vida, meus irmãos, uma vida em que Paulo não sente vergonha pela morte de Estêvão, se deleita em companhia de Paulo, porque o amor enche tanto de alegria.

Foi o amor de Estêvão que prevaleceu sobre a crueldade da multidão, e foi o amor de Paulo, o que cobriu a multidão de seus pecados; foi o amor que venceu o reino dos céus para ambos.

Porque o amor é a fonte de todos os bens, é uma defesa inexpugnável e o caminho para o céu. Quem caminha no amor não pode perder nem ter medo: o amor, o guia, protege-o e o conduz até o final de seu caminho. Meus irmãos e irmãs, Cristo fez do amor a escada, que permitiria a todos os cristãos ascenderem ao céu. Apeguem-se a ele, e então, com toda a sinceridade, uns aos outros, com o seu progresso dele, façam juntos a sua ascensão.

INSPIRAÇÃO DO DIA – ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO 🙏


Espero que tenham gostado da Oração e Estudo Bíblico de hoje!

🙏 Envie a palavra de Deus para pessoas queridas ❤️🙏

        Enviar para Alguém PARTICIPAR DO GRUPO