Inspiração Diária com Deus de 28 de Agosto

PUBLICIDADE

Uma profecia sobre a confiança vazia no Templo – Inspiração Diária de 28 de Agosto

ORE CONOSCO

A palavra que foi dirigida a Jeremias pelo senhor: “ide e ficai no portão do templo do senhor e ali proclamai esta mensagem”, digam: “escutem a palavra do senhor, todos vocês, homens de Judá, que entram por estes portões para adorar o senhor”. O senhor dos exércitos, o Deus de Israel, diz o seguinte: alterem seu comportamento e suas ações e eu ficarei com vocês aqui neste lugar”.

Não confiem em palavras ilusórias como estas: este é o santuário do senhor, o santuário do senhor, o santuário do senhor! Mas se vocês alterarem seu comportamento e suas ações, se tratarem uns aos outros com justiça, se não explorarem o estranho, o órfão e a viúva (se não derramarem sangue inocente neste lugar), e se não seguirem deuses alienígenas, à sua própria ruína, então aqui neste lugar eu ficarei com vocês, na terra que há muito tempo eu dei a seus pais para sempre.

No entanto, aqui estão vocês, confiando em palavras ilusórias, sem nenhum propósito! Roubariam, matariam, cometeriam adultério, se perjurariam, queimariam incenso a Baal, seguiriam deuses alienígenas que não conhecem? E depois venham se apresentar neste Templo que leva meu nome, dizendo: agora estamos a salvo a salvo para continuar cometendo todas estas abominações! Vocês tomam este Templo que leva meu nome por uma toca de ladrões?

PUBLICIDADE

Eu, em todo caso, não sou cego é o senhor quem fala, agora vá para o meu lugar em Shiloh onde no início dei meu nome um lar; veja o que fiz com ele por causa da maldade do meu povo Israel! E agora, já que você cometeu todos esses pecados é o senhor que fala e se recusou a ouvir quando falei tão urgentemente, tão persistentemente, ou a responder quando o chamei, tratarei este templo que leva meu nome, e no qual você deposita sua confiança, e o lugar que eu dei a você e a seus antepassados, assim como tratei Shiloh.

Eu te expulsarei de minha vista, como expulsei todos os teus parentes, a raça inteira de Efraim”, “você, por sua vez, não deve interceder por este povo, nem suscitar nem súplica nem oração em favor dele; não me suplique, pois não lhe darei ouvidos”. Você não pode ver o que eles estão fazendo nas cidades de Judá e nas ruas de Jerusalém?

As crianças recolhem a lenha, os pais acendem o fogo, as mulheres amassam a massa, para fazer bolos para a Rainha dos Céus; e, para me irritar, eles derramam libações para deuses alienígenas. É realmente a mim que eles me irritam é o senhor que fala não é de fato a eles mesmos, para sua própria confusão? Portanto, o senhor diz isto: minha raiva e minha ira se derramarão sobre este lugar, sobre o homem e o animal, sobre as árvores do campo, sobre os frutos do solo; arderá, e não se apagará”.

ORAÇÃO PELO DIA DE HOJE

PUBLICIDADE

Você toma este Templo que leva meu nome para uma toca de ladrões? Minha casa será chamada de casa de oração para todos os povos. Você não deve transformar a casa de meu Pai em um mercado. Minha casa será chamada de casa de oração para todos os povos.

SEGUNDA LEITURA

Precursor de Cristo no nascimento e na morte

PUBLICIDADE

Como precursor do nascimento, pregação e morte de nosso senhor, o abençoado João mostrou em sua luta uma bondade digna da vista do céu. Nas palavras da Escritura: Embora aos olhos dos homens ele tenha sofrido tormentos, sua esperança está cheia de imortalidade. Comemoramos justamente o dia de seu nascimento com uma celebração alegre, um dia que ele mesmo tornou festivo para nós através de seu sofrimento e que ele adornou com o esplendor carmesim de seu próprio sangue.

Com razão veneramos sua memória com corações alegres, pois ele carimbou com o selo do martírio o testemunho que ele deu em nome de nosso senhor, não há dúvida de que o abençoado João sofreu prisão e correntes como testemunha de nosso Redentor, de quem foi precursor, e deu sua vida por ele. Seu perseguidor havia exigido não que ele negasse Cristo, mas apenas que ele se calasse sobre a verdade. No entanto, ele morreu por Cristo.

Cristo não diz: eu sou a verdade? Portanto, porque João derramou seu sangue pela verdade, ele certamente morreu por Cristo, por seu nascimento, pregação e batismo, ele deu testemunho do nascimento, pregação e batismo de Cristo, e por seu próprio sofrimento ele mostrou que Cristo também sofreria.

Tal era a qualidade e a força do homem que aceitou o fim desta vida atual derramando seu sangue após o longo aprisionamento. Ele pregou a liberdade da paz celestial, mas foi atirado aos ferros por homens ímpios; ele foi trancado na escuridão da prisão, embora tenha vindo testemunhar a Luz da vida e merecesse ser chamado de uma lâmpada brilhante e brilhante por aquela própria Luz, que é Cristo.

PUBLICIDADE

João foi batizado em seu próprio sangue, embora tivesse tido o privilégio de batizar o Redentor do mundo, de ouvir a voz do Pai acima dele e de ver a graça do Espírito Santo descendo sobre ele. Mas suportar agonias temporais por causa da verdade não era um fardo pesado para homens como João; ao contrário, era facilmente suportado e até mesmo desejável, pois ele sabia que a alegria eterna seria sua recompensa.

Como a morte estava sempre próxima através da necessidade inescapável da natureza, tais homens consideravam uma bênção abraçá-la e assim ganhar a recompensa da vida eterna reconhecendo o nome de Cristo. Daí o apóstolo Paulo dizer, com razão: foi-lhe concedido o privilégio não só de acreditar em Cristo, mas também de sofrer por causa dele. Ele nos diz por que é dom de Cristo que seus escolhidos sofram por ele: os sofrimentos deste tempo presente não são dignos de serem comparados com a glória que deve ser revelada em nós.

INSPIRAÇÃO DO DIA – ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO 🙏


Espero que tenham gostado da Oração e Estudo Bíblico de hoje!

🙏 Envie a palavra de Deus para pessoas queridas ❤️🙏

        Enviar para Alguém PARTICIPAR DO GRUPO